Rui defende criação de consórcio no Nordeste

08 de janeiro de 2019, 12:02

Foto: Manu Dias

 

Por Rodrigo Daniel Silva

O governador Rui Costa (PT), que tem pregado a união dos estados nordestinos, defendeu, ontem, que seja criado formalmente um consórcio na região a fim de atender as demandas de cada localidade. A proposta, segundo o chefe do Palácio de Ondina, será apresentada em uma reunião aos governadores do Nordeste no final deste mês. O petista baiano sugeriu a medida ao comentar as críticas da oposição à sua decisão de enviar 100 policiais militares para atuar no Ceará, que desde a semana passada vive uma onda de violência, com ataques a bancos, delegacias, prefeitura e Câmara de Vereadores.

“Olha, os criminosos também não gostaram da medida, porque o que nós estamos pregando e vamos colocar em prática é a união do Nordeste contra o crime. A união do povo nordestino contra as mortes. A união do povo nordestino contra a barbárie. E nós vamos colocar isso em prática. Estou levando, no final do mês, na reunião dos governadores do Nordeste, a proposta de fazer um consórcio nordestino para vários serviços. Inclusive, um consórcio nordestino para a área de segurança, que pode envolver a compra de equipamentos para uso comum. A compra de aviões para transportar tropas. Então, eu vou pregar que a gente formalize isso de forma permanente através de um instrumento jurídico chamado consórcio”, declarou, em entrevista à imprensa, durante inauguração do novo Posto SAC, que irá funcionar no Shopping da Bahia, em Salvador. “Se a bandidagem se une, se os grupos são os mesmos nacionalmente, por que os estados têm que atuar divididos, separados e enfraquecidos? Se os bandidos estão unidos, o povo nordestino tem que se unir. Infelizmente, enquanto as pessoas ficam discutindo firulas, cresce a violência no Brasil e do crime organizado”, acrescentou.

O chefe do Palácio de Ondina não descartou a hipótese de enviar mais policiais militares para atuar no Ceará. “Eu não tenho dúvida que, se um dia isso [onda de violência] acontecer aqui, vou solicitar ajuda de outros estados também. E, portanto, não acho que o povo nordestino merece ser atacado como está sendo no Ceará. Vamos avaliar [se é preciso enviar mais homens]. A informação que eu tenho é de que está diminuindo o número de ataques com a chegada da Força Nacional e dos homens da Bahia. Espero que chegue a zero ao final da semana, com a ação dos policiais. E aí, talvez, não precise de mais policiais lá”, disse, ao ressaltar que a retirada dos criminosos do presídio do Ceará para unidades federais também deve reduzir os índices de violência no Ceará.

Além da PM da Bahia, mais 300 homens da Força Nacional de Segurança foram enviados após determinação do ministro da Justiça, Sérgio Moro, na semana passada. Ontem, o governo informou que mais 200 agentes serão mandados para o Ceará. Em todo o estado, ocorreram 153 ações criminosas desde quarta-feira.

Secretariado

O governador Rui Costa (PT) falou ontem também sobre a montagem da sua nova equipe. Segundo o petista, ele aguarda o presidente do PDT na Bahia, o deputado federal reeleito Félix Mendonça, chegar de uma viagem para tratar do espaço do partido no governo. Depois disto, é que os novos integrantes do secretariado serão anunciados. Até o momento, o chefe do Palácio de Ondina só confirmou a presença de três titulares: André Curvello na Secretaria de Comunicação, Manoel Vitório (Fazenda) e Bruno Dauster (Casa Civil). Além deles, Paulo Moreno será mantido na Procuradoria Geral do Estado (PGE).

DIVULGUE A NOTÍCIA

FACEBOOK

INSTAGRAM


Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /home/anoticiaaqui/www/wp-content/plugins/instant-gallery/instantgallery-engine.php on line 119