TJ-BA pagará quase R$ 62 mil por compra de frutas para lanche de desembargadores

21 de maio de 2019, 13:29

 

Os desembargadores do Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA) garantiram um lanche nutritivo para suas sessões. A corte contratou por R$ 61.998,60 a empresa DJF Comércio e Serviços LTDA para fornecer frutas in natura para os julgamentos realizados pelo órgão. O critério para selecionar o vencedor do certame foi o menor preço.

A homologação da licitação foi publicada na edição do Diário da Justiça Eletrônico (DJE) desta terça-feira (21). Entre os itens que serão adquiridos estão abacaxis tipo pérola (3000 unidades), cocos verdes (4500 unidades), laranjas pêra (750 centros), limas (200 centros), mamões tipo formosa (1820 Kg), mangas tommy (1300Kg) e melancias (4000Kg).

O edital do Pregão Eletrônico n° 021/2019 justifica que a futura e eventual aquisição de frutas in natura “faz-se necessária para a continuidade dos serviços da Copa da Presidência, mas especificamente o fornecimento de lanches para Sessões de Julgamento das Câmaras e Sessões do Tribunal Pleno, ordinárias e extraordinárias”.,

 

Bocão

DIVULGUE A NOTÍCIA